Faces de diferentes etnias

Alteridade e Colisão Empática

Alteridade é um termo filosófico e antropológico que indica “o que se relaciona a outrem”, isto é, o “outro” (latim alter). A alteridade e implica a capacidade de distinguir entre o eu e o não-eu e, consequentemente, assumir a existência de um ponto de vista alternativo. Ou colocar-se no lugar do outro, numa tentativa e enxergar a partir de seus olhos. O uso mais comum do conceito de alteridade está justamente na Antropologia, por ser uma ciência que lida constantemente com “o outro”. Como um antropólogo pode efetivamente compreender um

Leia mais
Epicuro

Epicuro

Epicuro foi intensamente venerado por seus primeiros discípulos, grandes admiradores seus. • (341 – 270 AC) • Mestres: Pânfilo (platonista) e Nausífanes (discípulo de Demócrito de Abdera) • Filosofia Atomista (individualista) • Escreveu mais de 300 obras, só sobraram 03 cartas • Fundou uma escola filosófica chamada “O Jardim” • Propósito da Filosofia: Ajudar o Homem a atingir a felicidade através do prazer • A felicidade é alcançada pelo fim da dor, do medo e da superstição. • Aponia – “Ausência de dor física” • Ataraxia – “Estado de imperturbabilidade

Leia mais
Zenão de Cítio

O Estoicismo

O estoicismo é uma escola de filosofia helenística, fundada por Zenão de Cítio (ou Citium), em Atenas, no início do século III aC. O estoicismo é uma filosofia da ética pessoal informada por seu sistema de lógica e seus pontos de vista sobre o mundo natural. De acordo com seus ensinamentos, como seres sociais, o caminho para a eudaimonia (felicidade ou bem-aventurança) para os seres humanos é encontrado na aceitação do momento em que se vive, por não se deixar controlar pelo desejo de prazer ou medo da dor, no

Leia mais
Thomas Hobbes

Thomas Hobbes

Thomas Hobbes é um filósofo inglês, nascido em 5 de abril de 1588 em Westport e falecido em 4 de dezembro de 1679 em Hardwick Hall, Derbyshire, Inglaterra. Sua principal obra, Leviatã, teve uma influência considerável na filosofia política moderna, através de sua proposição do estado da natureza e do contrato social como origem dos fundamentos da soberania política e do Estado Civil.

Leia mais