arte-bizantina-mosaicos

O Strategikon de Kekaumenos

A sugestão de leitura de hoje é um livro que fala sobre a política e o cotidiano do Império Bizantino, que sucedeu ao Império Romano do Oriente e sobreviveu por mil anos após a queda do império Romano do Ocidente. Kekaumenos é o nome de família do autor do manual militar e de gestão bizantino chamado Strategikon, produzido no período entre 1075 e 1078. A obra e geralmente atribuida ao Famoso general do século XI Katakalon Kekaumenos, ou a seu filho, a despeito do fato de que não há evidências

Leia mais
Florença - voc.link

Livros legais para quem quer entender a política

O Brasil atual confirma a frase de Saint-Just: “Todas as artes produziram maravilhas, exceto a política, que só tem produzido monstros.” Nestes tempos quando o assunto é política, parece que estamos todos perdidos tentando entender o que acontece a nossa volta. Pensando nisso, selecionei alguns livros clássicos e outros lançados recentemente. Não são os necessariamente os melhores, mas são muito bons e que valem uma conferida, nem que seja por diversão.

Leia mais
Brasil - voc.link - política

Política: Quem manda, por que manda, como manda – João Ubaldo Ribeiro

por Rodrigo Alves Correia – Doutor em Ciência Política “Política: quem manda, porque manda, como manda” é uma obra que foge dos padrões convencionais dos textos políticos. João Ubaldo discute questões fundamentais da política de uma perspectiva menos acadêmica e mais centrada na natureza e nas consequências das decisões e interesses. Do ponto de vista prático, política tem a ver com quem manda, por que manda, como manda. E no fim das contas, ela interessa a todos e a cada um. Logo no início da obra, em “Que coisa é

Leia mais
Breviario dos políticos - Jules Marazin - voc.link

Breviário dos políticos – Jules Mazarin

por Rodrigo Alves Correia – Doutor em Ciência Política O “Breviário dos Políticos”, livro que eu indico, é um conjunto de aforismos e máximas do Cardeal Mazarin, um “manual” para a luta pelo poder através da arte do cinismo e da manipulação. Segundo o prefácio de Umberto Eco: “Mazarin nos dá uma esplêndida imagem de como obter poder pela pura manipulação do consenso. Como agradar, não só ao próprio patrão (preceito fundamental) e não só aos próprios amigos, mas também aos inimigos.” Ele serve não apenas aos príncipes e políticos,

Leia mais
Plutarco - Por Rodrigo Alves Correia - Doutor em Ciência Política

Como tirar proveito de seus inimigos – Plutarco

por Rodrigo Alves Correia – Doutor em Ciência Política O título dá a impressão de que o livro é apenas mais um manual de táticas e manobras políticas, mas Plutarco está longe de ser um autor que abandona a moralidade. Toda a tônica de sua obra é permeada por uma visão profundamente moral do mundo antigo e da política. Por mais contraditório que possa parecer, a defesa que Plutarco faz da conduta política tem a ver com a prevalência da moralidade e das atitudes corretas. O livro é dividido em

Leia mais