A música mais antiga gravada no Brasil

A música mais antiga gravada no Brasil foi composta por
Xisto Bahia de Paula e gravada na voz de Manuel Pedro dos Santos – o Baiano.

por Rodrigo Alves Correia – Doutor em Ciência Política

A primeira gravadora do Brasil

panfleto-casa Edison

A Casa Edison, que inicialmente era uma importadora e revendia cilindros fonográficos utilizados nos fonógrafos de Thomas Edison e discos utilizados nos gramofones de Emil Berliner, em 1902 decidiu produzir em território nacional seus próprios discos, tornando-se a primeira casa gravadora no Brasil e na américa do Sul. Fundada em 1900 por Frederico Figner no Rio de Janeiro, lançou em 1902 aquela que é considerada a primeira música brasileira gravada no país, o lundu “Isto É Bom” do compositor Xisto Bahia na voz de Baiano.

Em 1932, a empresa abandonaria a indústria fonográfica, passando a operar com máquinas de escrever, geladeiras e mimeógrafos até encerrar suas atividades em 1960.

Xisto Bahia de Paula

Xisto Bahia
Xisto Bahia

Xisto Bahia de Paula era cantor, compositor, violonista e teatrólogo. Nasceu na cidade de Salvador, em 1841.  Filho do major do Exército Francisco de Paula Bahia e de Tereza de Jesus Maria do Sacramento Bahia. Tendo recebido apenas instrução primária, aos 17 anos já cantava suas primeiras modinhas. Sem qualquer formação musical, notabilizou-se por seu talento espontâneo, instintivo. Sua produção, embora pequena, é de excelente qualidade, valorizando-se por seu estilo ao violão e sua bela voz de barítono.

Foi casado com a atriz portuguesa Maria Vitorina de Lacerda Bahia, com quem teve  quatro filhos. Embora seja amplamente reconhecido como cantor e compositor, tendo inclusive em 1864 sido contratado pelo empresário Couto Rocha, e excursionado durante dez anos pelo Norte do país, talvez a maior parte do reconhecimento que teve em vida deva-se a sua carreira como ator. Bahia escreveu e representou comédias, mas o sucesso definitivo veio em 1875, quando trabalhou na peça “Uma véspera de Reis”, de Artur Azevedo. Sua representação no papel do tabaréu Bermudes impressionou até mesmo o autor da peça, que em artigo publicado em O País, considerou-o como seu parceiro. Em 1893, retirou-se para Caxambu, onde morreu em 1894.

Manuel Pedro dos Santos – o BaianoBahiano
Baiano

Manuel Pedro dos Santos – o Baiano

Bahiano, que gravou a música oito anos após a morte de Xisto Bahia, nasceu na cidade de Santo Amaro da Purificação em 1870 e faleceu em 1944, foi também o primeiro cantor profissional do país. Era um especialista em modinhas e também lundus. Na gravação, improvisou versos referindo-se ao compositor, com grande saudosismo.

Primeira música gravada nio Brasil – Isto é bom

A primeira estrofe da música mais antiga gravada no Brasil:

A renda de tua saia, vale bem cinco mil reis

Arrasta mulata a saia

Que eu te dou cinco e não dez

Isso é bom isso é bom isso é bom que dói

Bibliografia:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Casa_Edison https://espacoxisto.wordpress.com/o-xisto/sobre/ http://entaolengalenga.blogspot.com/2008/09/xisto-bahia-primeira-msica-gravada-no.html https://bileskydiscos.com.br/blog/2017/08/02/conheca-o-primeiro-disco-gravado-no-brasil/

Deixa um comentário